T50 - Janeiro/Fevereiro 20
Dois cafés & a conta

T

Crescer é o caminho
"Estou convencida que 2020 vai ser um grande ano. Espero um crescimento
de 10% no volume
de negócios”
O gosto dos outros
“O desafio é comprar coisas para gostos diferentes do meu, estar sempre a pensar no que as outras pessoas vão querer”
ANA ANTUNES

“Temos de estar sempre a reinventar-nos. Em 2019, apesar de estarmos sempre em obras, conseguimos manter as vendas nos 20 milhões de euros", explica Ana Antunes, Administradora da Armazéns Marques Soares

A
A

ssim à primeira vista, tem uma profissão que é o sonho de qualquer mulher, pois ganha a vida a fazer compras em capitais da moda. Não há semana que passe sem que ela viaje em trabalho para Madrid, Barcelona, Paris ou Dusseldorf.

“Gosto muito do que faço. Tenho mesmo paixão pelo meu trabalho. Mas devo reconhecer que é muito cansativo viajar todas as semanas, cumprir agendas muito concentradas para aproveitar bem o tempo”, confessa Ana Antunes, a mais nova (e única mulher) dos cinco netos dos fundadores que constituem o Conselho de Administração da Marques Soares.

Ana é a responsável pelas compras de vestuário e acessórios para Senhora (e também pela óptica), segmento que é responsável por 40% das vendas da empresa. O irmão Vasco, um ano mais velho, ocupa-se dos Recursos Humanos, Perfumaria e e-commerce. O primo Paulo acumula a presidência com a área financeira, enquanto o primo Raul é o comercial e trata das compras de Homem. António Henrique Marques, neto do outro sócio fundador (António Marques Pinho) tem a seu cargo a secção de Sapataria.

“O desafio é comprar coisas para gostos diferentes do meu, estar sempre a pensar no que as outras pessoas vão querer comprar”, explica Ana, que escolheu almoçarmos (uma refeição em que ela comeu como um passarinho, mal molhou os lábios no vinho, apenas petiscou o arroz de pato e não tomou café) no restaurante do último piso do armazém sede, um edifício riscado por Marques da Silva.

Tudo começou em 1960, com uma loja de tecidos aberta na rua das Carmelitas pelo Marques (Pinho) e pelo Soares (Antunes), dois conceituados comerciantes portuenses com nome feito na praça e um percurso como funcionários dos Armazéns da Capela “Pompadour” e, depois, durante 14 anos, como sócios dos Armazéns do Norte.

Ao longo dos últimos 60 anos (a comemorar no próximo dia 5 de novembro), três gerações de Marques e de Soares transformaram a loja de tecidos numa grande cadeia comercial com 70 mil clientes, oito lojas de primeira linha – no Porto (duas, a outra é na rua de Santa Catarina), Braga, Aveiro, Santarém, Beja, Vila Real e Évora) – e três outlets (Gaia, Maia e Vila do Conde) onde trabalham 300 pessoas.

O crescimento da loja inicial com 150 m2 até atingir os 14 mil m2 de área bruta do armazém sede, localizado no coração da Baixa do Porto, fez-se acoplando diversos prédios vizinhos, com diferentes ambientes e estilos. Para conferir uma lógica a este patchwork, a Marques Soares remodelou todas estas áreas, num investimento superior a um milhão de euros, concluído no ano passado.

“Temos de estar sempre a reinventar-nos. Em 2019, apesar de estarmos sempre em obras, conseguimos manter as vendas nos 20 milhões de euros. Estou perfeitamente convencida que 2020 vai ser um grande ano. Espero um crescimento do volume de negócios na ordem dos 10%”, remata Ana Antunes, que vestia um casaco Max Mara, uma blusa Hugo Boss e uma saia da marca alemã Laurel (“Gosto muito de trabalhar com alemães. São muito profissionais. E o fitting das alemãs é muito parecido com o das portuguesas”).

Perfil

Ana Antunes, 44 anos. Neta de Manuel José Soares Antunes (um dos dois sócios fundadores da Marques Soares) é licenciada em Relações Públicas pela Universidade Fernando Pessoa. Cresceu nas Antas, onde mora, e fez o Secundário entre a Aurélia de Sousa e a Filipa de Vilhena. Quando foi para a faculdade já era claro na sua cabeça que não escapava ao destino de ir trabalhar para os armazéns da família. No último ano do curso já passava o dia na rua das Carmelitas, a aprender a fazer o caixa, notas de encomenda e facturas, sob a orientação do seu tio Manuel João, que foi o seu mentor. É casada com um ex-quadro da Sonae que está a desenvolver um negócio online - conhecem-se desde miúdos, tratavam-se por primos e passavam as férias grandes juntos no Mindelo (“Os meus sogros são também meus padrinhos. Mal sabia a minha madrinha que o faqueiro de prata que me deu ia parar ao seu filho :-) …”). Têm duas filhas, a Catarina, 16 anos, e a Anita, 13 anos

RESTAURANTE
Restaurante Marques Soares
Rua das Carmelitas, 92
4009-804 Porto

Entradas: Folhado de alheira e salada de salmão Prato: Arroz de pato Sobremesa: Leite-creme queimado Bebidas: Coroa d’ Ouro branco 2018, água e um café

Partilhar