T40 - Fevereiro 19
Serviço Especializado

O retrato da ITV em alta definição

O Estúdio Francisco Machado quer ajudar as têxteis nacionais a encontrarem o lado mais fotogénico, num mundo cada mais digital e onde uma boa foto pode fazer a diferença entre ser bem sucedido ou não

António Gonçalves

A máxima de que “uma imagem vale mais que mil palavras” nunca foi tão verdade como nos dias de hoje. Com o comércio digital e as redes sociais, uma boa fotografia pode ser a diferença entre crescer ou ficar estagnado, entre vender ou não. E é nesta transição para um mundo cada vez mais atento à imagem, que o Estúdio Francisco Machado quer ajudar as têxteis nacionais a encontrarem o lado mais fotogénico e apelativo dos seus produtos.

“Somos especialistas em fotografia de produto e muito vocacionados para o sector têxtil, para os têxteis-lar, mas também para o vestuário e para o calçado”, explica o fotógrafo. Formado pela histórica Cooperativa Árvore, no Porto, Francisco Machado criou o estúdio em nome próprio em 1990, depois de ter completado um conjunto de formações especializadas em Schaffhausen e em Basileia, na Suiça.

Ao longo dos seus 30 anos de carreira assistiu à revolução da fotografia digital e ao surgimento de novas exigências no mercado. Atualmente, com a ajuda de uma equipa de 6 pessoas, para além de trabalhos fotográficos presta também serviços de webdesign, design gráfico e imagem 3D, numa oferta que permite aos clientes construir uma apresentação coesa e transversal das suas marcas.

Localizado a escassos minutos do castelo de Guimarães – o que pode até ser um prenúncio para maiores conquistas – o estúdio fotográfico tem no próprio espaço um dos seus argumentos mais decisivos. Com cerca de 500 metros quadrados, torna-se possível fotografar produtos de grandes dimensões, criar diferentes cenários para um mesmo objecto ou fotografar colecções completas num prazo mais curto.

Mas se o estúdio dá largas à imaginação, Francisco Machado fez questão de o equipar com as tecnologias mais avançadas, podendo fazer fotografias com 50 milhões de pixéis. “Em termos de material tudo o que utilizamos é do melhor a nível mundial, desde a iluminação, que vem da Suiça, à tecnologia digital, que é da Suécia. Tudo isto se traduz no resultado final” afirma o fotógrafo.

Pelas suas máquinas fotográficas passam produtos de alguns dos grandes nomes da indústria nacional, como Lameirinho, Sampedro ou as colecções de têxteis-lar do Continente. No entanto, o fotógrafo lamenta que muitos empresários portugueses ainda não tenham uma perspectiva moderna sobre a importância de uma boa apresentação. “Algumas empresas são muito técnicas, evoluíram muito bem, mas têm pouca sensibilidade em relação às questões de imagem”, afirma.

Enquanto espera que o contexto nacional se altere, Francisco Machado aponta a objectiva aos mercados externos. No seu estúdio já trabalha com clientes dos Estados Unidos, Holanda, França e Inglaterra – a John Lewis, por exemplo, é uma das grandes marcas globais que já fotografou – mas espera vir a alargar esta abrangência internacional, especialmente quando muitas multinacionais vêm a Portugal produzir as suas colecções. “Uma vez que os produtos estão cá, nós temos conhecimentos técnicos e estéticos, e oferecemos preços competitivos em relação a alguns países”, explica.

O Serviço

Estúdio Francisco Machado
Travessa de São Mamede 163
4800-069 Guimarães

O que faz? Fotografia de produto, 3D e aluguer de estúdio Áreas Fotografia, webdesign e design gráfico Fundação Há mais de 80 anos Mensagem À semelhança da música, a fotografia é uma arte e comunica com mais força dos que as palavras

Partilhar