T69 - Janeiro 22
Produto

T69 – Tapetes que dão sinais de alerta

Foi com o objetivo de se inserir no quadro dos têxteis inteligentes que a António Salgado se lançou no desenvolvimento de uma nova linha de tapetes multifuncionais, conjuntamente com o CITEVE e o CeNTI.

T

De nome HelpinTex, o projeto tem como base duas funções: detetar e comunicar a existência de movimentos estranhos numa determinada zona da casa – com recurso a uma aplicação móvel desenhada para o efeito – e servir como elemento ativo contra quedas, recorrendo à utilização de fios inovadores antiderrapantes. 

De forma a dar corpo à ideia, o CITEVE ocupou-se da “investigação e desenvolvimento da integração do sistema de monitorização e dos fios antiderrapantes no tapete, bem como dos testes e caracterização têxtil”, relata Lúcia Rodrigues, do Departamento de Tecnologia e Engenharia. 

Já ao CeNTI coube o desenvolvimento do sistema de monitorização e comunicação, desenvolvimento dos fios antiderrapantes, e ainda os testes de caracterização dos componentes elétricos. Quanto à António Salgado, ocupou-se da criação propriamente dita da peça e apoiou em todas as áreas relacionadas com a componente têxtil. 

Segundo Marta Midão, investigadora na área de materiais inteligentes, e representante do CeNTI no projeto, o fator inovador é precisamente “a combinação da funcionalidade de detecção de presença e/ou movimento – obtida pela integração de fios condutores durante o processo de produção do tapete – com a funcionalidade antiderrapante, obtida pelo desenvolvimento de fibras com estas propriedades e posterior integração na produção do tapete”. 

Marta conta que as principais dificuldades sentidas pelo consórcio prenderam-se com o “desenvolvimento de fibras com propriedades antiderrapantes suficientemente eficazes para a solução e a sua posterior integração no processo de tecelagem”, isto para lá dos constrangimentos decorrentes da pandemia. 

Neste momento, o projeto encontra-se em fase de prototipagem e realização de testes. Está também em processo de patenteamento e deverá chegar ao mercado ainda nesta primavera. “É sem dúvida desafiante e gratificante fazer parte deste projeto, uma vez que se enquadra no nosso know-how a nível têxtil e acrescenta uma vertente inovadora e diferenciada, que acompanha as exigências dos mercados futuros”, destaca Sara Rosmaninho, do departamento de marketing da António Salgado. A empresa vimaranense, dedicada aos têxteis-lar, saliente ainda “o apoio e trabalho feito pelo CeNTI e CITEVE, elementos cruciais no desenvolvimento tecnológico e inovador do projeto”.

O Produto

De nome HelpinTex, o projeto tem como base duas funções: detetar e comunicar a existência de movimentos estranhos e servir como elemento ativo contra quedas

O que é? Uma nova linha de tapetes inteligentes, capazes de detectarem e comunicarem movimento, tudo integrado na estrutura têxtil Principal contributo Alertar para movimentos atípicos, funcionando também como sistema de detecção de intrusão Fator Inovador Combina a função antiderrapante com a capacidade de detecção e aviso de movimento numa determinada divisão.

Partilhar