T68 - Dezembro 2021
Loja

T68 – La Paz: uma marca inspirada na tradição e no mar

É na antiga farmácia da Reboleira, no Porto, antigamente conhecida por tratar doenças venérias, que encontramos a La Paz. Uma marca orgulhosamente portuguesa e com fortes inspirações marítimas. Pela loja estão espalhadas redes, lemes, boias, e se espreitar pela janela terá uma vista privilegiada sobre o rio Douro.

T

José Miguel de Abreu e André Teixeira são os impulsionadores deste projeto, que foi pensado em 2011 para um público masculino, mas que atualmente recebe também a aprovação de mulheres.  

As peças da La Paz foram pensadas para servirem qualquer faixa etária, e para que a mensagem passasse sem dúvidas a dupla de amigos escolheu um único modelo: “O Senhor Pereira está connosco desde o primeiro dia, faz parte da mobília. É um homem cheio de histórias, ligado ao mar e com ar robusto, tal como idealizamos quando criamos a marca”, partilha José Miguel de Abreu.  

As roupas da La Paz são made in Portugal e feitas sobretudo em fibras naturais, como é o caso do algodão, linho e lã. Têm algumas misturas com poliéster reciclado, usadas sobretudo para calções de banho. 

“As peças que mais saem hoje em dia talvez sejam as sweatshirts com imagens de diferentes cidades, a primeira que fizemos foi para um showcase no Japão, e tem vendido bem, vários clientes pedem para fazermos versões para as suas cidades”, partilham os sócios. 

A La Paz foi-se instalando no mercado através da participação em feiras internacionais: Nova Iorque, Paris e Londres foram as primeiras paragens. “Na primeira coleção que fizemos arranjamos logo 10 clientes, na segunda, já tínhamos à volta de 30”, recordam. 

A entrada em mercados importantes e a presença em lojas âncora também ajudaram no processo de expansão da marca, que atualmente se encontra em países como: Canadá, Japão, Tailândia, Suíça, Oceania e Reino Unido. “Os nossos maiores mercados são os Estados Unidos e a Inglaterra. Tem sido um crescimento muito orgânico, fruto de um grande trabalho em equipa, nosso e dos produtores”, acrescenta José. 

Durante o confinamento criaram alguns mecanismos para compensar a ausência das feiras, como lookbooks digitais e envio de amostras de tecidos, “para ser uma coisa mais palpável”. O online também ajudou a manter as vendas a partir de 2020: “como não sabíamos o que ia acontecer e o mercado retraiu-se reduzimos o mapa de produção das lojas e no online tivemos de fazer curiosamente restocks. O online mais do que duplicou”, explica ao T Jornal. 

Para o futuro a dupla espera abraçar novos projetos, novos mercados, continuar a crescer em equipa, não deixando de vincar o potencial da marca a médio e longo prazo. 

A Loja

La Paz
Rua da Reboleira, 23
4050-492, Porto

Ano de abertura: 2014 Produtos: Vestuário e acessórios para homem, com possibilidade de ser uma marca unissexo Público: pode ser usada tanto por um jovem adulto como uma pessoa de mais idade, que aprecie um estilo descontraído e confortável Marca: Própria Outras lojas: Rua das Flores, 16, 1200-195 (Lisboa) Rua Conselheiro Medeiros, 21 8800-041 (Horta Açores) e 105 pontos de venda em lojas multimarca espalhadas pelo mundo Site: lapaz.pt

Partilhar