Mawashi e Yukata
Desafiada para vestir Adalberto Campos Fernandes, Katty foi encontrar inspiração no Japão
Ministro traja de tanga para o combate da Saúde
T35 Setembro 18
Acabamentos

Katty Xiomara

Não é uma tanga qualquer. A Saúde, dizem, está de tanga, mas para um ministro que é amante de Sumo a nossa Katy preparou um Mawashi, aquela faixa de tecido que os praticantes enrolam para salvaguardar os seus bens mais preciosos. Para sua protecção, o Yukata - quimono de riscas, slippers de veludo e uma mascarilha, ficam-lhe a matar

Depois das férias bem necessárias para mantermos uma boa saúde, chega a crua realidade. O próprio ministro Adalberto Campos Fernandes frisou que “não podemos vender ilusões”, e não é necessário aprofundar muito para perceber que existe uma rara honestidade política nesta frase.

O governo não consegue vender-nos um panorama feliz nos serviços de saúde, sem passar como utópico à vista do orçamento de estado. Vende-nos sim a crua realidade, uma saúde despida de luxos e preconceitos, que está de “tanga”. E embora ninguém sinta um especial orgulho em falar de uma senhora tão obesa vestindo uma indumentária tão reduzida, o certo é que está à vista de todos e é indisfarçável.

O ministro, no entanto, faz questão – talvez esperançado na sua elegância corporal e na confiança demostrada por António Costa – em mostrar-se solidário com esta respeitável senhora, prometendo ele próprio trajar a sua tanga de combate, trazida especialmente do Japão.  Ao que consta, o ministro tem uma grande paixão pelo Sumo e, por isso, preparamos um Mawashi, o nome dado àquela curiosa faixa de tecido que os praticantes de Sumo enrolam para proteger os seus bens mais preciosos, mas que sarcasticamente também ajuda o adversário na hora do arremesso… Não há muito a explicar sobre esta reduzida peça de vestuário, mas fizemos questão de acompanhar o Mawashi com um penteado a preceito e para o efeito usamos uma rebuscada peruca.

Para resguardar o nosso ministro da Saúde em momentos mais solenes – ou nas suas visitas ao Portugal mais velhinho que ele sabe ser necessário acarinhar – pensamos num Yukata, um quimono simples de riscas pijama em cor de rosa, uns slippers de veludo e uma mascarilha de proteção, não contra doenças ou infeções, mas contra a poeira que a sua passagem possa provocar.

Partilhar